Escolas de Música
e Cidadania

 

Orquestra e Coro
Nova Sinfonia

 

Canal Digital
Ensino de informática

 

Rede
de Organizações
do Bem

 

Editais de
Microprojetos

1
1

Notícias

Notícias

Agência do Bem realiza nova pesquisa sobre impacto da COVID-19 no 3º Setor

Por | Notícias

Em 2020, a Agência do Bem realizou aquela que seria a primeira pesquisa sobre o impacto do coronavírus no terceiro setor. Um ano depois, a organização novamente levanta dados inéditos a partir da análise das respostas coletadas junto a mais de 200 diretores de ONGs, e que revelam a atual situação destas instituições.

“O que nos salta aos olhos é a resiliência dessas organizações, das suas lideranças, que são verdadeiros heróis. Tiveram reduções drásticas nas suas receitas, que já são insuficientes historicamente, mas que perderam ainda mais com a pandemia”, diz o coordenador da pesquisa e fundador da Agência do Bem, Alan Maia, diante do resultado evidenciado. De acordo com o levantamento, na recepção de doações e captação de recursos, 70,2% das ONGs tiveram perdas expressivas, de pelo menos metade da receita, sendo que 42,9% perderam mais de 80% da sua capacidade de arrecadar doações.

Em relação a medidas de contingência orçamentária, 70,2% das organizações não contou com nenhum apoio especial, sobrevivendo apenas com recursos próprios, sendo que 12,6% acumularam dívidas com funcionários e fornecedores, e 27,7% precisaram recorrer à redução de jornada de trabalho, suspensão de contratos e demissões. “É de se lamentar que muito pouco tenha sido feito em prol da manutenção dessas instituições tão importantes para a sobrevivência de milhares de pessoas no país. São as ONGs que completam o último elo das correntes de solidariedade, das campanhas de doações, fazendo chegar às pessoas certas, nas favelas e periferias, o alimento, o remédio, as máscaras de proteção”, destaca Alan.

Os dados revelam também que o plano de atividades de 78,7% dos projetos precisou ser reduzido a mais da metade, enquanto apenas 7,8% não sofreram impacto. Mesmo diante dessa dificuldade, a pesquisa aponta que 87,9% das instituições participaram ativamente de ações assistenciais em apoio à população. “Comparando com a pesquisa de abril de 2020, vemos que elas conseguiram sobreviver apesar do absoluto descaso do poder público, que não estabeleceu nenhuma linha crédito, medida compensatória ou apoio emergencial para socorrer esse setor indispensável para a sociedade brasileira”, expõe Alan Maia.

Ao analisar o pior cenário, caso a pandemia e as situações financeiras e operacionais atuais permaneçam, 88,2% das ONGs veem graves riscos à continuidade de suas rotinas e projetos, sendo que 19,7% enxergam o risco de encerramento, fechando para sempre suas portas e desamparando suas comunidades.

Diante da pandemia, Agência do Bem retoma campanha Quarentena Sem Fome

Por | Notícias

Em virtude de um quadro social que ainda traz graves e tristes consequências mesmo com a vacinação, e buscando reduzir as dificuldades das famílias afetadas pela pandemia de coronavírus em áreas vulneráveis do Rio de Janeiro, a Agência do Bem retomou, no mês de abril, a campanha Quarentena Sem Fome. Com esta iniciativa direta, a organização se encarrega da compra de cestas básicas e itens de higiene até toda a parte envolvendo logística e distribuição, tornando o processo mais prático para que as doações cheguem a essas famílias.

A Agência do Bem tem como objetivo levar o sustento básico para ao menos 100 lares, de maneira que cada doador adote uma família por três meses, pelo valor mensal de R$ 85, valor que também pode ser transferido integralmente (R$ 255). A partir do momento da primeira transferência, os doadores são cadastrados pela instituição para acompanhar toda a movimentação de compras e distribuição, bem como a prestação de contas desta iniciativa.

Em 2020, por meio desta campanha, a Agência do Bem entregou cestas básicas para 1.000 famílias residentes em comunidades do Rio de Janeiro, em bairros como Cidade de Deus, Senador Camará, Vicente de Carvalho, Vila de Cava, Laranjeiras, Nova Iguaçu, Rio Comprido e Anil. A organização desde já agradece a todos que têm contribuído, e faz um apelo para que outros doadores se mobilizem em mais esta fase desafiadora. Vamos juntos seguir cuidando uns dos outros!

Agência do Bem participa de festival da Orquestra Petrobras Sinfônica

Por | Notícias

No dia 26 de abril, a Agência do Bem, representada por seu coordenador artístico e maestro, Vitor Damiani, participou do Festival Música Que Transforma, promovido pela Orquestra Petrobras Sinfônica. O bate-papo virtual, que foi transmitido ao vivo pelo YouTube, teve como tema o ensino de música em ONGs, contando também com a participação de outros projetos atuantes na área. Além de compartilhar as metodologias e experiências da Escola de Música e Cidadania, Vitor também destacou que o projeto já teve quatro de seus alunos aprovados para compor a Academia Juvenil da Petrobras Sinfônica, que reúne jovens oriundos de projetos sociais musicais e orquestras comunitárias da região metropolitana do Rio de Janeiro.

Destaques

ESPAÇO DA TRANSPARÊNCIA

PARTICIPE
DOE AGORA!

EMC
EDUCAÇÃO MUSICAL

APRENDA MÚSICA
AGORA

Parceiros