Onde Atuamos

O Rio de Janeiro, berço da Agência do Bem, é a mais famosa cidade brasileira, ícone da cultura nacional para o mundo. Possui aproximadamente sete milhões de habitantes, ocupando bairros distintamente constituídos, com aproximadamente 1.000 favelas, em sua maioria, fruto da ocupação desordenada dos morros e das periferias. Estes locais sofrem com a falta de infraestrutura básica, com a ausência do poder público, e, em muitos casos, tornam-se alvo preferencial de grupos e facções do crime organizado, que ali se instalam em busca de mão-de-obra barata da juventude local. Superar esses problemas históricos e criar pontes de diálogo, interação e comunhão entre as duas realidades sociais cariocas, da favela e do cartão postal, é o desafio que a Agência do Bem abraça, idealizando uma sociedade mais justa, pacífica e fraterna.

Os projetos sociais da Agência do Bem são desenvolvidos em contextos territoriais de alta vulnerabilidade e violência cotidiana. Nestas áreas, verificam-se zonas de empobrecimento, com altos índices de desemprego, de analfabetismo, de empregabilidade informal, além de baixos índices de escolaridade e de acesso a meios e equipamentos de formação educacional e cultural.

De princípio, a Agência do Bem concentrava seus esforços, de forma focalizada, em comunidades específicas, nas quais implementava diversas ações simultâneas e complementares. A este modelo, sucedeu-se um novo, mais amplo, descentralizado e capilarizado, que permitiu que sua presença chegasse a 29 localidades na Região Metropolitana do Rio de Janeiro e até uma breve incursão na Zona da Mata de Minas Gerais. Ao longo de 2018, vale dizer, já está em andamento a chegada da Agência do Bem à capital paulista, onde já conta com um escritório em funcionamento.